Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1057
Título: Um caso raro de retenção urinária aguda
Outros títulos: A rare case of acute urinary retention
Autor: Santalha, M.
Fonte, M.
Correia, F.
Ferreira, C.
Palavras-chave: Hematocolpos
hematometra
retenção urinária
urinary retention
Data: Set-2010
Editora: Nascer e Crescer
Citação: Nascer e Crescer 2010; 19(3): 149-151
Resumo: A retenção urinária é pouco frequente na infância, podendo ser congénita ou secundária a processos traumáticos, inflamatórios, cirúrgicos, neurológicos, mecânicos, medicamentosos ou psicogénicos. Apresenta-se o caso clínico de uma adolescente de treze anos, com quadro de algia hipogástrica, retenção urinária e obstipação. Ao exame objectivo constatou-se uma massa arredondada hipogástrica. A radiografia simples do abdómen evidenciou imagem radiopaca no terço inferior do abdómen e a ecografia abdomino-pélvica mostrou conteúdo impuro sugerindo hematocolpos e hematometra. Realizada himeniotomia cirúrgica com evolução favorável. A inspecção atenta dos genitais externos é fundamental, logo após o nascimento, para o diagnóstico de hímen imperfurado. Quando não detectado e tratado no período neonatal, na sua maioria o diagnóstico é realizado tardiamente em idade pubertária perante o aparecimento de complicações. ABSTRACT Introduction: Acute urinary retention is uncommon in childhood, and it can be congenital or secondary to traumatic, inflammatory, surgical, neurological or mechanical processes, drug-induced or psychogenic. Case report: We report a clinical case of a thirteen year old girl with hypogastric pain, urinary retention and constipation. On physical examination a rounded hipogastric mass was palpable. An abdominal X-ray revealed a radiopaque image in the lower third of the abdomen and the abdominal-pelvic ultrasonography revealed an impure content suggesting hematocolpos and hematometra. A surgical incision of the hymen was performed, with favorable outcome. Conclusion: A careful inspection of the external genitalia immediately after birth is essential for the diagnosis of imperforated hymen. When not detected and treated in the neonatal period, most of them have a delayed diagnosis during puberty when complications may occur.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1057
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2010

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
v19n3a03.pdf133 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.