Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1240
Título: O estado de saúde oral de crianças em idade pré-escolar e escolar de uma área urbana
Outros títulos: Preschool and school age children oral heatlh in an urban setting
Autor: Silva, M.
Ferreira, A.
Silva, C.
Teixeira, M.
Valente, C.
Palavras-chave: Cárie dentária
má oclusão
índice estética dentária
prevalência
hábitos
saúde oral
Dental caries
malocclusion
dental aesthetic index
prevalence
habits
oral health
Data: Jun-2009
Editora: Nascer e Crescer
Citação: Nascer e Crescer 2009; 18(2): 78-84
Resumo: Introdução: A cárie dentária e a má oclusão são importantes problemas odontológicos da infância e têm etiologia multifactorial. Objectivos: Determinar a prevalência de cárie dentária e de má oclusão em crianças com idade escolar e pré-escolar e identificar os hábitos de saúde oral de risco. Métodos: Foi avaliado o estado de saúde das peças dentárias e aplicado o índice de estética dentária em crianças da pré-escola e do segundo ano do ensino básico inscritas em escolas públicas de uma área urbana, efectuado inquérito às crianças e seus encarregados de educação acerca dos hábitos de saúde oral e calculado o índice socioeconómico. Resultados: Foram elegíveis 224 das 277 crianças inscritas. A idade média foi de seis anos (variou entre os três e os dez anos) com duas modas, nos cinco e nos sete anos. Foi registada cárie num total de 127 crianças (56,7%), em 52,8% das crianças com idade igual ou inferior a seis anos e em 61,4% das com idade superior a seis anos. Na dentição temporária o índice de cpod foi 1,84 no total das crianças (1,5 cariados, 0,067 perdidos devido a cárie e 0,27 obturados), 1,72 (1,45 cariados, 0,033 perdidos devido a cárie, 0,24 obturados) nas crianças com idade igual ou inferior a seis anos e 1,99 (1,58 cariados, 0,11 perdidos devido a cárie, 0,30 obturados) nas crianças com idade superior a seis anos. Na dentição permanente o índice de CPOd total foi de 0,17 (0,17 dentes cariados), 0,008 (0,008 cariados) nas crianças com idade inferior ou igual a seis anos e 0,38 (0,38 cariados) nas crianças com idade superior a seis anos. A presença de cárie dentária foi mais frequente nas crianças que não escovavam os dentes com ritmo diário (68,9% vs 52%, p < 0,05), nas que consumiam açucares pelo menos uma vez por dia (67% vs 48%, p< 0,05) e nas que pertenciam a classes sociais mais baixas. Má oclusão dentária foi encontrada em 50 crianças (21,1% das crianças com idade inferior ou igual a seis anos e em 23,8% das crianças com idade superior a seis anos) tendo sido mais frequente nas que usavam chupeta (55% vs 19,1%, p< 0,05) ou nas que a usaram para além dos três anos de idade (31,1% vs 10,7%, p<0,05), nas que tinham o hábito de sucção digital (63,6% vs 20,2%, p< 0,05), nas que ingeriam diariamente doces de longa duração (33,3% vs 19,3%, p <0,05) e nas que usavam biberão (34,3% vs 20,1%, p < 0,05). O uso de biberão associou-se ao hábito de sucção na chupeta (25,7% vs 5,8%, p< 0,05) assim como ao hábito de sucção digital (27,3% vs 8,0%, p <0,05). Discussão: Quando comparados os resultados obtidos com os de estudos epidemiológicos nacionais anteriores, verifica-se um aumento da proporção de crianças livres de cárie. Um baixo nível socioeconómico, a ingestão diária de doces e a não escovagem diária dos dentes, são factores que se associam à presença de cárie. A presença de má oclusão relacionou-se com os hábitos de sucção não alimentar (digital e na chupeta), principalmente se mantidos após os três anos de idade. Conclusões: A prevalência de cárie e má oclusão dentárias são elevadas, tendem a aumentar com a idade e associam-se a vários factores que podem ser prevenidos. ABSTRACT Introduction: Dental caries and malocclusion are important odontologic problems in childhood and have multifactorial etiology. Objectives: To assess the prevalence of dental caries, malocclusion and oral heatlh habits in preschool and school age children. Methods: Dentition status and dental aesthetic index of preschool and second degree children from public schools in an urban area was evaluated. Children and caregivers completed a questionnaire about dental health habits. The socioeconomic status was determined. Results: Among the population of 277 children, 224 were elligible. Mean age was six years old (three to ten years old) with fi ve and seven years old mode ages. Dental caries were registered in 127 children (56.7%), 52.8% among children with six years old or younger and 61.4% of the children older than six years old. In temporary dentition the dmf índex among all children was 1.84 (1.5 decayed, 0.067 missing due to caries and 0.27 fi lled), 1.72 (1,45 decayed, 0.033 missing due to caries and 0.24 fi lled) in children with six years old or younger and 1.99 (1.58 decayed, 0.11 missing due to caries and 0,30 fi lled) in children older than six years old. In permanent dentition the DMF index was 0.17 (0.17 decayed), 0.008 (0.008 decayed) in children with six years old or younger and 0.38 (0.38 decayed) in children older than six years old. A significant higher prevalence of caries was found in children who did not wash their teeth daily, (68.9% vs 52%, p < 0.05), that ingested sugars at least once daily (67% vs 48%, p< 0,05) and that belonged to a lower socioeconomic status. Fifty children presented malocclusion (21.1% among children with six years old or younger and 2.0% of the children older than six years old). The presence of malocclusion was associated with the use of a pacifi er (55% vs 19.4%, p< 0.05) and in those children who stopped using a pacifier after the age of three years (31.1% vs 10.7%, p< 0.05), with finger-sucking habit (63.6% vs 20.2%, p< 0.05), with long-lasting sources of sugars daily ingestion (33.3% vs 19.3%, p <0.05) and with the use of bottle-feeding (34.3% vs 20.2%, p< 0.05). Bottle-feeding was associated with the use of a pacifier (25.7% vs 5.8%, p< 0.05) and finger-sucking habit (27.3% vs 8.0%, p <0.05). Discussion: When compared with previous nacional epidemiologic studies a higher proportion of free-caries children were found in this study. Malocclusion was associated with the presence of finger sucking and a pacifier sucking habit beyond three years old. Conclusion: Dental caries and malocclusion prevalence are high, higher in older ages, multifactorial and associated to many preventable factors.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1240
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2009

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
EstadoSaudeOral_18-2.pdf102,82 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.