Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1251
Título: Abcesso hepático amebiano na criança: caso clínico
Outros títulos: Amebic liver abscess in children: case report
Autor: Pinheiro, A.
Ferreira, R.
Leça, A.
Palavras-chave: Entamoeba histolytica
amebíase
abcesso hepático
metronidazol
paramomicina
Amebiasis
liver abscess
metronidazole
paramomycin
Data: Set-2009
Editora: Nascer e Crescer
Citação: Nascer e Crescer 2009; 18(3): 146-148
Resumo: A infecção humana por Entamoeba histolytica tem uma distribuição mundial, com zonas endémicas situadas nos trópicos. A manifestação mais comum é a colite amebiana. O fígado é o órgão extra-intestinal mais frequentemente envolvido. Descreve-se o caso clínico de uma criança do sexo masculino, com nove anos de idade, internada no decurso de quadro clínico de febre alta e dor abdominal, com nove dias de evolução; referia a ingestão de água não canalizada e contacto com cães. Ao exame físico destacava-se a presença de hepatomegalia e dor à palpação no hipocôndrio direito. Analiticamente apresentava parâmetros sugestivos de infecção com leucocitose e proteína C reactiva elevada. A ecografia hepática revelou lesão ocupando espaço. A serologia positiva para Entamoeba histolytica e o exame parasitológico das fezes com quistos deste mesmo parasita permitiram o diagnóstico etiológico. Após terapêutica com metronidazol, seguido de paramomicina, assistiu-se a uma boa evolução clínica. No inquérito epidemiológico, apesar de referência a ingestão de água não canalizada, não foi possível a demonstração inequívoca da fonte de infecção. A amebíase é uma entidade patológica pouco frequente em Portugal, mas não pode ser esquecida, principalmente se houver contexto epidemiológico (ingestão de alimentos e/ou água contaminados com quistos amebianos). ABSTRACT Human infection by Entamoeba histolytica is worldwide spread, with endemic areas in the tropics. The most frequent form of the disease is amebic colitis. The liver is the more commonly affected organ in extraintestinal disease. We describe a case report of a nine year-old boy admitted to the hospital due to high fever and abdominal pain, with a nine days course. There was reference to the ingestion of untreated water. On physical examination he presented enlargement and tenderness of the liver. Laboratory findings were suggestive of infection, with leukocytosis and elevated C reactive protein. Ultrasonography showed a hepatic mass. A positive serologic test for Entamoeba histolytica and the identifi cation of cysts of the parasite by microscopic examination of fresh stool samples allowed the etiologic diagnosis. After treatment with metronidazole, followed by paramomycin, there was a good clinical evolution. Although epidemiological data pointed out to ingestion of groundwater as the source of infection, it was not possible to prove this undoubtfully. Amebiasis is a rare clinical entity in Portugal, but must be taken into account especially if there is a positive epidemiological context (ingestion of food or water contaminated with Entamoeba cysts).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1251
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2009

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AbcessoHepatico_18-3.pdf125,25 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.