Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1784
Título: Hipertensão arterial e doença vascular cerebral: a visão do neurologista
Autor: Correia, M.
Data: 2007
Editora: Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Citação: Revista Factores de Risco 2007, Nº6, , pág. 58-62
Resumo: As doenças cerebrovasculares são a primeira causa de morte em Portugal, e a correspondente taxa de mortalidade é das mais levedadas entre os países europeus; a incidência do Acidente Vascular Cerebral (AVC) ocupa também um lugar cimeiro, e de entre os doentes sobreviventes de AVC cerca de 50% deles encontram-se dependentes. Embora a doença vascular cerebral seja heterogéneos (enfartes cerebrais, hemorragias intracerebrais primárias, hemorragias subaracnoideias, demência vascular) a hipertensão arterial tem um papel da maior importância como factor de risco, como causa, e também na prevenção secundária, em todos os tipos de AVC. Já no que se refere ao AVC agudo o benefício (ou o risco) da mudança dos valores da tensão arterial nesta fase da doença não está determinado.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1784
Versão do Editor: http://www.spc.pt/DL/RFR/artigos/87.pdf
Aparece nas colecções:SNOS - Artigos publicados em revistas não indexadas na Medline
SC - Artigos publicados em revistas não indexadas na Medline
SN - Artigos publicados em revistas não indexadas na Medline

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
HipErtEnSAo ArtErial.pdf542,41 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.