Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1787
Título: Valorizar a dor na criança: uma reflexão voltada para a praxis
Outros títulos: To Value Pain In Children: A Reflection Oriented To Praxis
Autor: Amaral-Bastos, M.
Sousa, C.
Palavras-chave: Dor
Enfermeiros
Crianças
Data: Dez-2014
Editora: Centro Hospitalar do Porto
Citação: Nascer e Crescer 2014; 23(4): 190-194
Resumo: Introdução: A dor, ao ser considerada em Portugal como 5º sinal vital em 2003, obriga à sua mensuração, registo e implementação de medidas adequadas para a minimizar. Contudo, sendo um fenómeno subjetivo, a sua mensuração é difícil. Os Enfermeiros que prestam cuidados a utentes pediátricos têm na avaliação da dor um desafio acrescido. Objetivo: Descrever a forma como os Enfermeiros questionados valorizam a dor das crianças a quem prestam cuidados; confrontar a valorização da dor, expressa pelos enfermeiros questionados, com o Guia Orientador de Boa Prática (GOBP) sobre a dor, da Ordem dos Enfermeiros. Material e Métodos: Foram questionados 41 Enfermeiros da prática clínica pediátrica, sobre o significado da valorização da dor na criança e efetuada uma análise qualitativa das suas respostas, classificando-as em Unidades de Texto (UT). Resultados: Da análise das 41 respostas dadas pelos Enfermeiros emergiram 4 Categorias principais. Assim, a dor é afirmada como o Quinto Sinal Vital em 12 UT, como Reconhecimento e Cuidado Personalizado em 26 UT, como Exigência Profissional em 6 UT; e como Caminho de Excelência em 18 UT, sendo que estes conceitos estão de acordo com o GOBP. Conclusões: Concluímos que valorizar a dor da criança como 5º Sinal Vital é uma Exigência Profissional que Reconhece a criança como pessoa a quem se presta um Cuidado Personalizado de forma a que os cuidados prestados se encontrem cada vez mais no Caminho da Excelência.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1787
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2014

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
04_ArtigoOriginal-2_23-4.pdf63,96 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.