Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1855
Título: Quando as saquetas se confundem – ingestão de cloridrato de benzidamina
Outros títulos: WHEN THE SACHETS GET MIXED-UP – BENZYDAMINE HYDROCHLORIDE INGESTION
Autor: Dias, Ana Lopes
Pereira, Helena
Soares, Joana
Campos, Teresa
Quaresma, Márcia
Palavras-chave: intoxicação
benzidamina
alucinação
criança
Data: Set-2015
Editora: Centro Hospitalar do Porto
Citação: Nascer e Crescer 2015; 24(3): 133-5
Resumo: Introdução: O cloridrato de benzidamina é um anti-inflamatório não esteróide com propriedades analgésicas, antipiréticas e antimicrobianas. Caso Clínico: Menino de 4 anos e 8 meses recorreu ao serviço de urgência por agitação psicomotora e alucinações vi- suais, com início cerca de 1 hora após a ingestão acidental de uma saqueta de 500 mg de cloridrato de benzidamina. Ao exa- me objetivo apresentava ataxia, tremor, abalos espasmódicos ocasionais, agitação psicomotora e alucinações visuais. Após lavagem gástrica e administração de carvão ativado, administrou-se haloperidol pelo quadro acentuado de agitação com alucinações visuais. Dada a possibilidade de ocorrência de asfixia por espasmo da musculatura respiratória, foi transferido para um hospital terciário. Apresentou evolução favorável, com alta ao 2º dia de internamento. Discussão: Alerta-se para o risco de confusão na via de administração de apresentações para uso tópico e oral. Sendo a principal manifestação o efeito alucinogénico, a ingestão acidental ou intencional de benzidamina deve ser considerada em quadros psicóticos agudos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1855
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2015

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
09_NeC_24-3.pdf56,97 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.