Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1882
Título: Contractura isquémica congénita de Volkmann – A propósito de 1 caso clínico
Outros títulos: Congenital Volkmann ischemic contracture – A case report
Autor: Oliveira, A.
Sanches, M.
Almeida, A.
Leitão, B.
Selores, M.
Palavras-chave: Contractura Isquémica Congénita
Recém-nascido
Úlcera Cutânea
Necrose Gorda
Data: 2011
Editora: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia
Citação: Revista da SPDV 69(3)
Resumo: A contractura isquémica congénita de Volkmann é uma entidade rara, observada em recém-nascidos logo após o parto, caracterizada clinicamente por uma placa necrótica que atinge, geralmente, um dos membros superiores e que se faz acompanhar de paralisia flácida. Ocorre no período intrauterino e surge devido a compressão mecânica do membro. O seu mau posicionamento, a constrição por banda aminiótica, a existência de oligoâmnios e de distocias são alguns dos possíveis factores implicados. A compressão conduz a um síndrome de compartimento que induz isquemia e necrose da pele, músculos e nervos. O tratamento é cirúrgico, implicando desbridamento da placa de necrose e eventual recurso a um enxerto cutâneo. Relatamos o caso clínico de um recém-nascido de 2 dias de vida com uma contractura isquémica congénita de Volkmann do membro superior esquerdo, induzida pela presença de oligoâmnios.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1882
ISSN: 2182-2409
Versão do Editor: http://revista.spdv.com.pt/index.php/spdv/article/view/90/88
Aparece nas colecções:PT - Artigos publicados em revistas não indexadas na Medline
SD - Artigos publicados em revistas não indexadas na Medline

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CONTRACTURA ISQUÉMICA CONGÉNITA DE VOLKMANN.pdf197,42 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.