Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1889
Título: Assistência pediátrica de uma viatura médica de emergência e reanimação no interior do país
Outros títulos: OUT OF HOSPITAL EMERGENCY PEDIATRIC ASSISTANCE AND RESUSCITATION IN A RURAL AREA IN THE INTERIOR OF THE COUNTRY
Autor: Dias, Ana Lopes
Ferreira, Jorge Abreu
Preto, Clara
Próspero, Fernando
Gaspar, Eurico
Calviño, Juan
Palavras-chave: VMER
emergência pediátrica pré-hospitalar
Data: Dez-2015
Editora: Centro Hospitalar do Porto
Citação: Nascer e Crescer 2015; 24(4): 155-9
Relatório da Série N.º: 4;
Resumo: Introdução: A viatura médica de emergência e reanimação (VMER) destina-se à intervenção pré-hospitalar, sendo 5-15% das ativações relativas à idade pediátrica. O objetivo do estudo foi caracterizar a assistência à população pediátrica da VMER de Vila Real, para melhor identificar lacunas e definir estratégias para as colmatar. Material e Métodos: Análise retrospetiva dos registos da base de dados referentes aos doentes com idade inferior a 18 anos, assistidos entre Janeiro de 2005 e Dezembro de 2012 (oito anos). Resultados: No período analisado registaram-se 8131 ativações, 463 (5,7%) para doentes com idade inferior a 18 anos, sendo a idade média de 8,2 anos. O tempo médio de chegada ao local de assistência foi de 18 minutos. Em 22,2% das situações foi efetuado rendez-vous. O principal motivo de ativação foi doença aguda (39,5%), sendo que 43,2% por convulsão. As situações de trauma corresponderam a 36,5%. Abaixo dos dois anos predominou a doença aguda e na adolescência o trauma (p <0,001). As medidas de suporte avançado de vida foram instituídas em 5,2% dos doentes. Foram transportados 398 doentes para unidades hospitalares (86%). Ocorreram 13 óbitos (2,8%). Discussão: Os principais motivos de ativação foram a doença aguda em idade inferior a dois anos e o trauma na adolescência. O tempo médio de chegada ao local, a elevada percentagem de rendez-vous e de partos, poderão justificar-se pela particularidade da topografia regional. O número total de ativações neste grupo etário, que apresenta particularidades no tratamento, evidencia a necessidade e justifica o investimento em formação dos recursos humanos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1889
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2015

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
04_NascerEcrescer_24-4_AO-2.pdf138,62 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.