Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/1890
Título: Tuberculose infantil: novas formas de diagnóstico
Outros títulos: TUBERCULOSIS IN CHILDREN: NEW FORMS OF DIAGNOSIS
Autor: Pinheiro, Marina
Araújo, Ana Rita
Guedes, Margarida
Palavras-chave: Tuberculose infantil
Prova tuberculínica
QuantiFERON®-TB Gold In-tube
T-SPOT®.TB
Interferon Gamma Release Assay
Data: Dez-2015
Editora: Centro Hospitalar do Porto
Citação: Nascer e Crescer 2015; 24(4): 160-5
Relatório da Série N.º: 4;
Resumo: Introdução: A tuberculose ainda é um grave problema de saúde pública em Portugal. Para diminuir o número de casos de tuberculose ativa em populações de baixa e intermédia incidência, é necessário um diagnóstico rápido e um tratamento eficaz. A prova tuberculínica é o método de rastreio recomendado, mas as suas limitações são conhecidas. Em 2001, foi aprovado o primeiro de diversos interferon gamma release assays, considerados úteis no diagnóstico de infeção latente por Mycobacterium tuberculosis, amplamente utilizados na abordagem da tuberculose nos adultos. Objectivos: Sumarizar a informação disponível sobre os interferon gamma release assays, nomeadamente no que diz respeito à técnica; às vantagens no diagnóstico da infeção latente por Mycobacterium tuberculosis; à sensibilidade e especificidade quando aplicados à população pediátrica; à caracterização de fatores interferentes; e ao seu significado na monitorização do tratamento com antituberculosos. Desenvolvimento: Os interferon gamma release assays são testes imunologicamente seletivos, desenvolvidos com base em antigénios do Mycobacterium tuberculosis. Têm sido aplicados na Pediatria, em regiões com diferentes taxas de prevalência de tuberculose, de forma a compará-los com a prova tuberculínica relativamente à sensibilidade e especificidade. Conclusões: A utilização destes testes como forma de rastreio em Pediatria apresenta limitações. São necessários estu- dos a nível nacional que permitam mostrar de que forma a prova tuberculínica e os interferon gamma release assays se devem articular. Atualmente, os interferon gamma release assays ape- nas complementam a prova tuberculínica.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/1890
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2015

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
05_NascerEcrescer_24-4_AR-1.pdf119,49 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.