Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/634
Título: A comunicação com a criança na punção venosa: percepção do enfermeiro
Outros títulos: COMMUNICATION WITH CHILDREN IN VENIPUNCTURE: NURSES PERCEPTION
Autor: Teixeira, A.
Braga, A.
Esteves, M.
Palavras-chave: Flebotomia
Pediatria
Comunicação
Enfermagem
Criança
Phlebotomy
Paediatrics
Communication
Nursing
Child
Data: 2004
Editora: Revista Nacer e Crescer
Citação: Nascer e Crescer 2003; 13 (3): 187-194
Resumo: RESUMO A comunicação é uma competência essencial no desempenho dos Enfermeiros, sendo factor determinante na relação de ajuda e um indicador na avaliação da qualidade dos cuidados prestados, nomeadamente em Pediatria. Objectivos: Conhecer a percepção dos enfermeiros acerca da comunicação com a criança dos 7 aos 11 anos na punção venosa e identificar sugestões para melhorar a comunicação com esta durante esse procedimento. Material e Métodos: É um estudo exploratório descritivo de abordagem qualitativa. A população incluí 12 enfermeiros dum Serviço de Pediatria Médica pertencentes a um Hospital Central Materno-Infantil. Os dados foram obtidos através de entrevistas semi-estruturadas tendo sido utilizado um guião orientador. A informação foi posteriormente submetida à análise temática de conteúdo considerando quatro categorias: abordagem à criança, aspectos importantes da comunicação, dificuldades sentidas na comunicação e sugestões para melhorar a comunicação com a criança. Resultados e Conclusões: Destacam- se os seguintes resultados: a competência comunicativa é o mais valorizado na abordagem à criança; a relação de participação mútua entre enfermeiro e criança denota ser o aspecto mais importante da comunicação com esta; o confronto com a recusa da criança em colaborar na punção venosa é a principal dificuldade sentida pelos enfermeiros na comunicação com esta. Apenas 8 num total de 12 enfermeiros manifestaram a sua percepção sobre a comunicação; somente 7 acreditam na existência duma comunicação efectiva. As sugestões apontadas para melhorar a comunicação passam por uma diferente organização dos enfermeiros, maior implicação dos pais no cuidar das crianças, mais formação e apoio psicológico. Este estudo confirma mais uma vez a importância deste tema; assim não sendo unânime a ideia duma comunicação eficaz, será benéfico desenvolver acções de sensibilização nesta área. ABSTRACT Communication is an essential competence in nursing performance. It is a determining factor in the help relationship and also an indicator in the evaluation of Health Care, especially in Paediatrics. Aim: To know the nurses’ perception about Communication with Children (aged 7 to 11 years) in venipuncture and collect suggestions to improve the Communication during that procedure. Material and Methods: The study method was qualitative adopting a descriptive exploratory approach; it was developed in a Mother- Child Centre. Sampling involved 12 nurses working in the Paediatric Department hospital. Semistructured interviews were used as research techniques. Results are presented after descriptive analysis of the date according to four categories: child approach, important aspects of communication difficulties of communication and suggestions to improve communication. Results and Comments: Analysis of the results showed that the competence in communication is important in the approach to the child; the relationship of mutual participation between nurse and child has been demonstrated to be the most important aspect of the communication with the latter; the confrontation with the child, who refuses to cooperate with the venipuncture is the main difficulty felt by nurses while communicating with the child. Only eight out of twelve nurses demonstrated their perception about communication; only seven believed in the existence of effective communication. The suggestions pointed out to improve the communication were a different organization of the nurses; a larger involvement of parents in childcare; more training and psychological support. This study confirms once more the importance of this subject. Although not unanimous the idea of an efficient communication, will be beneficial in developing humanisation activities in this area.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/634
Versão do Editor: http://www.hmariapia.min-saude.pt/revista/vol1303/A%20comunicação…com%20a%20criança.pdf
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2004

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A comunicação…com a criança.pdf52,08 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.