Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/705
Título: NIDCAP®: Uma filosofia de cuidados…
Outros títulos: NIDCAP®: a philosophy of care
Autor: Santos, A.
Palavras-chave: NIDCAP
UCIN
prematuro
recém-nascido
cuidados de enfermagem
neurodesenvolvimento
NICU
premature
newborn
nursing care
neurodevelopment
Data: Mar-2011
Editora: Nascer e Crescer
Citação: Nascer e Crescer 2011; 20(1): 26-31
Resumo: RESUMO Introdução: Os partos pré-termo constituem um desafio cada vez maior. A incidência tem aumentado nos países ocidentais, com o acréscimo dos tratamentos de fertilidade e o aumento da idade das grávidas. Pesquisas recentes sugerem que, à medida que se processa a maturação dos recém-nascidos (RN) prematuros, frequentemente estes não adquirem competências adequadas na função cognitiva, no processamento mental e na regulação comportamental, assim como na adaptação social e emocional. É reconhecida a responsabilidade dos profissionais das Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais (UCIN), que asseguram a sobrevivência destas crianças, em lhes proporcionar uma qualidade de vida apropriada. Objectivos: Dar a conhecer o Programa de Cuidados Centrados no Desenvolvimento (©NIDCAP); enumerar os princípios básicos da fundamentação teórica deste programa; identificar vantagens da implementação deste programa nas Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais (UCIN). Desenvolvimento: O Programa Individualizado de Avaliação e Cuidados Centrados no Desenvolvimento do RN (©NIDCAP) foi criado numa tentativa de reduzir o impacto negativo do ambiente da UCIN no bebé prematuro fora do útero materno. A observação detalhada do comportamento do RN parece ser o melhor guia para os profissionais promoverem de forma continuada cuidados individualizados de suporte adaptados ao seu desenvolvimento. A integração da abordagem do NIDCAP nas UCIN reduz as complicações iatrogénicas relacionadas com o seu ambiente, uma vez que aumenta as competências do RN, a confiança dos pais e a satisfação dos profissionais de saúde. O modelo de cuidados NIDCAP envolve treino e educação formais e requer um compromisso multidisciplinar para definição da equipa, introduzindo modificações quer no hospital e quer na comunidade. Cada registo clínico, baseado na observação detalhada do RN, interpreta o significado do seu comportamento no contexto da situação clínica e da etapa de desenvolvimento, dos desejos, preocupações e dúvidas da família, assim como das capacidades de interacção social dos profissionais da saúde da UCIN e do ambiente físico da mesma.
ABSTRACT Introduction: Preterm births are an evolving global challenge. Its incidence has increased in Western countries with the escalating of fertility treatments and the increasing age of pregnant women. Recent research suggests that as preterm newborns (NB) mature they often do not acquire adequate skills in cognitive functions, mental processing, and behavioural regulation as well as in social and emotional adaptation. Promoting an appropriate quality of life of these children is recognized as a responsibility of the professionals of Neonatal Intensive Care Units (NICU) that ensure their survival. Objectives: To acquaint the Newborn Individualized Developmental Care and Assessment Program (NIDCAP ®); to list the basic principles of the theoretical foundation of this program; and to identify advantages of implementing this program in the NICU. Development: The Newborn Individualized Development Care and Assessment Program (NIDCAP ®) was created aiming to reduce the negative impact of NICU environment in the premature babies outside mother’s womb. Detailed observations of the newborns’ behaviour can be the best guide for professionals to arrange continuous individualized care adapted to support their development. Integration of NIDCAP approach in NICU reduces iatrogenic complications related to intensive care environment, since it increases the skills of the newborn, the parents’ trust and satisfaction of health professionals. The model of care NIDCAP involves training and formal education, and requires a commitment to a multidisciplinary team setting, ensuing changes in the hospital and the community. Each clinical report based on detailed infant’s observation interprets the meaning of the observed behaviour within the current clinical setting and stage of development, family’s desires, concerns and worries, as well NICU staff care and social interaction skills. Conclusion: A great transformation is gradually gaining strength in the care given in the NICU and in early intervention programs, consisting of switching procedure -based protocols for care based on individual adapted interactions and collaboration with the NB and the family. The NICU begin to define themselves not only as places taking care of the physical aspects, but also supporting the emotional well-being, thus generating benefits to the babies and their families.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/705
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2011

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
v20n1a06.pdf68,91 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.