Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.16/707
Título: Privacidade e sigilo em deontologia profissional: uma perspectiva no cuidar pediátrico
Outros títulos: Privacy and secrecy in professional deontology: a perspective in paediatric care…
Autor: Nunes, S.
Palavras-chave: Ética Profissional
bioética
autonomia pessoal
confidencialidade
privacidade
cuidado da criança
Ethics
professional
bioethics
personal autonomy
confidentiality
privacy
child care
Data: Mar-2011
Editora: Nascer e Crescer
Citação: Nascer e Crescer 2011; 20(1): 40-44
Resumo: RESUMO A Deontologia Profissional reflecte um conjunto de deveres inerentes ao exercício das profissões de saúde. Profissões organizadas e regulamentadas possuem um código que as orienta no percurso das suas práticas profissionais. A Deontologia garante um bom exercício profissional e, sendo assim, a Deontologia e a Bioética permanecem juntas pois não se podem dissociar tendo em conta o mais elevado potencial profissional. O sigilo profissional e o dever de privacidade são extremamente importantes e são requisitos essenciais na conduta dos profissionais de saúde, principalmente em contexto pediátrico. É absolutamente indiscutível o valor que a criança foi conquistando ao longo destas últimas décadas. A criança tem características muito especiais e, por vezes, torna-se complicado afirmar a sua autonomia. Cuidar de uma criança, nas diversas fases do seu desenvolvimento, é um desafio para os profissionais de saúde pois requer um esforço constante e respeito por todo o contexto familiar. A criança não pode ser desagregada da sua família em âmbito hospitalar, por isso é importante acolher a família e colocá-la a par dos tratamentos e intervenções. A comunicação pode ser uma importante ferramenta de trabalho onde os valores sociais e éticos poderão ser enaltecidos. A confidencialidade e a privacidade devem ser valores a manter na conduta profissional de acordo com a competência, respeitando a criança e a família.
ABSTRACT Professional Deontology reflects a set of duties involved in the exercise of health professions. Organized and regulated professions have a code that directs the course of their professional practices. Deontology provides a good professional exercise, and thus, Deontology and Bioethics remain linked since they cannot be dissociated, taking into account the highest professional potential. The professional secrecy and the duty of privacy are extremely important and they are essential requirements for the behavior of health professionals, particularly in a pediatric context. It is absolutely unquestionable the value that the child has gained over the last few decades. The child has many special features and sometimes it becomes difficult to assert their autonomy. Caring for a child during the several stages of its development, is a challenge for health professionals because it requires constant effort and respect for all family context. The child cannot be separated from his family in a hospital context, so it is important to accept the family and inform its members about the treatments and interventions. Communication may be an important working tool, where social and ethic values could be praised. Confidentiality and privacy should be respected values in maintaining a professional conduct in accordance with competence, while respecting the child and family.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.16/707
ISSN: 0872-0754
Aparece nas colecções:RN&C: Ano de 2011

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
v20n1a10.pdf73,94 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.